Quando nos sentimos fracos.

Agora mesmo estava no facebook olhando o feed para ver se surgiam inspirações para escrever, se Deus me guiava para escrever algo. Creio no poder de Deus para nos mostrar por meio de diversas maneiras algo que Ele tem para falar conosco ou para outras pessoas. Então, olhando, eu me deparei com um vídeo, aqueles de programas de talentos sabe, não costumo parar para olhar, mas dessa vez parei e me surpreendi, então senti que Deus queria que eu escrevesse sobre isso.

Pois bem, no vídeo, uma mulher começa equilibrando um tipo de vara de madeira e na ponta dessa vara há uma pena. Em seguida ela começa equilibrando juntamente com aquela primeira vara, outras varas, até se formar uma enorme e pesada espinha de peixe com as varas, equilibrando sempre a pena bem na ponta. Para finalizar, ela equilibra a estrutura em sua cabeça, depois coloca uma ultima vara em pé, e coloca a estrutura em cima da vara, equilibrando, assim que ela percebe que está firmada a estrutura, ela sai de baixo, vai até a ponta, olha para todo mundo, e em seguida tira a pena da ponta da estrutura. Sabe o que acontece? A estrutura toda despenca! Sim, uma simples e frágil pena despencou uma enorme e forte estrutura. Aonde eu quero chegar com tudo isso?  Isso representa o que somos para Deus. As vezes nos sentimos frágeis, simples, fracos, sem utilidade no Reino. No entanto, Deus nos mostra o contrário. Ele não precisa do forte, porque é Ele que nos torna forte. Ele monta toda a estrutura para nós, Ele nos capacita, Ele nos dá a força e nos mostra que precisamos somente dEle. Ele nos mostra que seu desejo é que façamos parte do Reino dEle, pois juntos somos uma estrutura forte.

“Qual de vocês que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma, não deixa as noventa e nove no campo e vai atrás da ovelha perdida, até encontrá-la?”

Lucas 15:4

Para Deus, não importa somente as noventa e nove, pois se uma não estiver em sua presença, Ele vai atrás dela. Isso é o Reino de Deus, Ele quer que sejamos unidos, pois um simples indivíduo, se sentindo fraco e indefeso, é forte no Reino, e precisa estar fortificado com o Reino. Por isso, se você é a pena, lá do inicio do vídeo, se você é a ovelha perdida, eu digo hoje que Deus te quer no Reino dEle. E Ele está indo buscar você, pois Deus quer te fortalecer e fortificar a estrutura do Reino dEle. Não fique abalado por se achar uma pena sem valor, pois para Deus você é uma preciosa ovelha perdia, você é o equilíbrio da estrutura. Ele te quer para ser um no Reino dEle, para que Ele te use para resgatar outras ovelhas perdidas e fortalecer outras penas que se sentem indefesas e frágeis pois não conhecem seu valor para o Reino de Deus. Que seu pensamento diário sempre seja “Eu não quero ser só mais um no mundo. Eu quero ser mais um com o Reino.

Por Manuela Reis Moura

Descanso

É oi sumida que diz?! Quem não conhece esse termo né, bom, hoje ele coube para mim. Estou desde sábado sem compartilhar nada, logo eu que me propus a estar sempre aqui escrevendo, porém, tenho motivos, esses que me fizeram escrever hoje aqui!

DESCANSO. Nós necessitamos de descanso, o próprio Senhor tem consciência disso quando em sua palavra deixou o sábado para o dia do descanso. Embora hoje em dia não descansamos no sábado, mas sim no domingo, às vezes nem no domingo, precisamos entender e buscar o descanso em nossa vida. Nós somos movidos pelo nosso corpo e alma e se eles não estiverem descansados irão falhar em muitas funções simples do cotidiano. Uma vez li um estudo em que dizia que nosso cérebro absorvia apenas 10% de tudo o que via e aprendia durante o dia. Na época em que eu fazia cursinho pré-vestibular, nós trabalhávamos muito essa parte do descanso mental e fisiológico. Porém, eu, ingênua e nervosa, pensava que quanto mais estudava melhor seria. Errei feio. Chorei durante a prova, fiquei nervosa, não conseguia nem pensar. Tudo isso porque não compreendia o quanto o descanso físico e mental são de suma importância para a nossa vida.

Pensa comigo, se nosso cérebro retém apenas 10% de tudo o que passamos durante o dia, o que convêm a nós planejarmos fazer algo muito além da nossa capacidade física e mental? ABSOLUTAMENTE NADA. Aliás, vou tentar fazer de tudo e ainda por cima talvez não lembre e nem vou focar no mais importante, naquilo que meu cérebro deveria focar e lembrar depois de um dia exaustivo. Então Manu, o que devo fazer? PLANEJE.

Planeje sua semana com aquilo que é mais importante para fazer. Planeje suas tarefas, suas refeições, mas principalmente, planeje seu momento de descanso. E planeje tudo isso com qualidade. Se você esta almoçando, almoce, não foque em outra coisa além do almoço, não pegue o celular e responda a alguém do trabalho, ou fique perdendo tempo na internet. O momento da refeição é extremamente importante e deve ser feito com qualidade. Planeje tudo o que você tem para fazer no dia, o que é e o que não é prioridade. Então, execute. Não se incomode se aquilo que estava nos seus planos não foi concluído, se pergunte se aquilo era prioridade no dia, se não era, tudo bem, amanhã será então. Um bom planejamento é como uma limpeza mental.

Eu, estudando e trabalhando costumo ter uma rotina bem agitada e pra isso requer um bom planejamento, pois o cansaço é inevitável em minha rotina, aí que vem a parte do descanso, para poder seguir mais uma semana com força e de pé. Ah mas Manu e os imprevistos? Bom, outra coisa inevitável, por isso, eles também fazem parte do nosso planejamento. Organize seu dia, sua semana, em mente que talvez algo incomum ocorra, assim você terá um tempo sobrando na rotina caso algo ocorra, e se não ocorrer, faça um plano B. Separe sua semana com várias coisas que deseja fazer, mas caso ocorra algo incomum, tal coisa não realizarei, se não acontecer nada, deixo este tempo para isso. Talvez seu planejamento não irá ser 100% eficaz, e esta tudo bem! Você fez o que estava ao seu alcance para realizar suas tarefas.

Não se cobre pelo além que você não pode fazer!

Espero que de alguma forma este texto tenha contribuído para a sua vida. E caso você tenha dificuldade em fazer um planejamento, o que é super comum, entra em contato comigo que será um prazer lhe auxiliar. Além disso, tenho uns PDFs com ideias de planejamentos para a semana, caso queira também, entra em contato que estarei disponibilizando!

Por Manuela Reis Moura.

Sob jugo desigual.

Posso ter amigos que não creem em Jesus, então também posso namorar alguém que não crê em Jesus.

Essa frase muitas pessoas gostariam de ouvir de seus líderes e pastores. Porém, sabemos que a conversa não é bem por ai! Jugo desigual! Já ouviram falar né? Principalmente quem já tentou ter um relacionamento com alguém do mundo. Oh frase que nos machuca, ainda mais quando queremos muito o relacionamento. Mas calma, não vim aqui dizer para você terminar seu relacionamento com alguém do mundo se não estará em pecado. Vamos conversar um pouco sobre isso, que tal?!

Deus deixa claro em sua palavra, no seguinte versículo que se encontra em Romanos 12:2

“Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Portanto, sabemos que tudo o que Deus tem para nós é bom, agradável e perfeito. Isso não significa que seu relacionamento com uma pessoa do mundo não possa ser assim. Primeiro, precisamos entender quando é nossa vontade e quando é a de Deus. Ás vezes vemos testemunhos de relacionamentos de pessoas que eram do mundo mas por causa do parceiro aceitaram a Cristo e foram muito abençoadas. Porém, não sabemos se aquele relacionamento, desde o início partiu da vontade do nosso Pai. Ás vezes estamos tão concentrados em nossa vontade que achamos que qualquer decisão, por mais errada que esteja e nós não consigamos enxergar, no final de tudo Deus vai lá abençoar minha vida. Nosso Pai é um Pai de amor, de graça, de compaixão. Mas nosso Pai é justo, e Ele nos ensina. Então, antes de qualquer atitude, examine seu coração, peça a Deus que permita que você possa ficar sensível a sua voz, tenha um relacionamento verdadeiro com Deus. Dessa forma, você conseguirá perceber de que princípio partiu o seu relacionamento ou seu desejo de se relacionar com alguém do mundo. Não estou aqui para dizer “termine com a pessoa” ou “não comece a namorar a pessoa”, estou aqui para te dizer que jugo desigual em um relacionamento não é sensato, então tenha um relacionamento firmado em Cristo, para entender o porque desta pessoa estar em sua vida, se foi da sua vontade e você não quis escutar a Deus mas agora Deus confirmou um propósito nesse relacionamento e tens uma promessa de seu parceiro se entregar a Jesus. Ou, Deus está tentando a muito tempo lhe mostrar que não é isso que Ele tem pra sua vida, mas você não o permite operar nessa área. Peça sensibilidade a voz de Deus, peça que a partir de hoje em todas as suas ações, a vontade de Deus prevaleça. Ás vezes sofremos por coisas que não precisaríamos sofrer se nos propuséssemos a ouvir mais e descansar mais em Cristo. Se você está em um relacionamento ou pretende ir para um relacionamento que aos olhos da palavra está sob jugo desigual, antes de tudo, ore muito.

Por Manuela Reis Moura.

Comparações

Sabe, acreditem ou não, sempre fui daquelas pessoas de me comparar as outras. Sim, me comparava em tudo. Porque ela é mais bonita, ela se veste melhor, ela fala melhor, nossa ela canta, nossa ela parece ser tão mais alegre, nossa ela isso, nossa ela aquilo e por ai vai. Então, um dia vi um vídeo no instagram (às vezes achamos que ficar curtindo tempo no insta não nos leva para lugar algum, mas às vezes nos proporciona reflexão). Bom, neste vídeo a pessoa falou sobre isso, comparações, e usou um ótimo exemplo, frutas. Pensa comigo, uma maça é diferente de um morango, com aparência diferente, gosto diferente, até mesmo a cor, por mais semelhante que seja ela ainda é diferente. Ainda sim, uma não altera o sabor da outra, pois diversas pessoas gostam tanto da maça quanto do morango. Elas não podem ser comparadas, pois são diferentes. E se forem, será nítida a diferença entre elas, pois cada uma tem suas peculiaridades. E é isso que as torna tão diferentes. Este lindo exemplo pode ser refletido para as nossas vidas. Se você é uma maça ou um morango não importa, você é única, pode até existir pessoas muito parecidas com você, com o mesmo nome que você, mas eu, Manuela, só existe uma, exatamente igual a mim com o mesmo DNA, não existe! Ah mas aqueles que são gêmeos? Se uma mãe consegue discernir sobre quem é quem dos filhos, quem dirá Deus, por mais gêmeos que possam ser para Deus eles ainda são únicos. E é isso que quero que você saiba, apesar de tudo, você é única, então não se compare. A outra pessoa pode ter os olhos azuis que você não tem, mas você tem os olhos escuros mais únicos que existem. Ah mas eu sou gorda e a outra pessoa é tão magrinha. Bom, quero te dizer que para Deus não existe padrão de beleza, e se a sociedade te impõe isso, pense bem onde seus olhos estão voltados, para os ensinamentos de Deus ou para o que a sociedade pensa sobre você. Não seja o padrão que a sociedade quer, seja o padrão que Jesus quer que você seja para moldar a sociedade. Não é o mundo que deve nos ditar como ser e como agir, somos nós que devemos mostrar a diferença ao mundo. Que a sua e a minha comparação não seja mais sobre o que o outro tem de melhor que eu, mas que seja o que eu posso fazer para tornar o outro melhor para seguir transmitindo o Reino de Deus para o mundo.

Por Manuela Reis Moura.

Um recadinho especial!

Vamos lá então! Pessoal, abri uma aba no blog, no cabeçalho escrito DEVOCIONAIS! Sim, quero trazer para vocês um pouco dos meus momentos de reflexões e estudos, espero que isso contribua grandemente para a sua vida! Então todo o sábado estarei postando alguns estudos ali, só clicar na área e acompanhar! Caso algo fale com você, deixe um comentário, entre em contato, mande uma mensagem, sinta-se à vontade em manifestar sua opinião, anseios, angústias, alegrias e tudo o que sentir em seu coração! Ótima semana para nós!

Dor

Estes dias estava assistindo ao filme “Pieces of a woman”. Confesso que de primeira impressão achei ele um tanto quanto estranho. Mas para resumir a história, ele se baseia em um casal que tem que lidar com a dor de perder sua filha que fora concebida em um parto que chamamos de “humanizado”, ou seja, parto sem dor à criança, sem instrumentações médicas. Durante o parto começou a ocorrer algumas complicações, mas a criança acabou por nascer, entretanto, segundos depois ela começou a ficar roxa e então, foi ao óbito. O filme, por assim dizer, trata dessa dor que o casal estava passando. Claro, ambos de formas totalmente diferentes. A mulher tentando não lembrar-se de tudo isso, tentando não sentir essa dor, já o homem, só queria a atenção da mulher, ele sentia falta da filha, ele estava sentindo aquela dor. Enfim, acontecem muitas coisas durante o filme, mas o que eu vim escrever hoje é sobre o profundo dele.

Dor, palavra difícil para se conversar e sentir. Durante a nossa vida em algum momento sentimos e sentiremos dor, seja um joelho ralado ou a perda de alguém querido. O problema é que ainda, infelizmente, não estamos preparados para falar sobre dor, principalmente quando essa dor está ligada diretamente a nós. Eu posso tentar sentir a dor do outro, mas nunca será igual. Eu posso tentar entender a dor do outro, mas nunca será igual. Pois essa dor não é minha, é do outro. Por exemplo, quando falamos da dor de Jesus na cruz. Podemos até tentar entender aquela dor de morrer por amor, mas nunca entenderemos por completo, pois como alguém puro morre por pecadores, muitos dos quais ainda o negam. Sabemos o quão doloroso deve ter sido, mas nunca sentiremos aquela dor. Mas o que cabe é nos perguntarmos, por que Deus nos livraria do sofrimento? Nós sempre perguntamos o inverso, por que Deus permite sofrimento, mas a questão é, por que Ele não permitiria? Foi por meio do sofrimento que Ele demonstrou o amor dEle por nós, foi por meio do sofrimento que Ele nos salvou, e é por meio do sofrimento que Ele nos salva diariamente. Como não haver sofrimento em um mundo do qual somos apenas passageiros. Nós precisamos deste sofrimento para entender que um lugar muito melhor que este nos espera. Nós precisamos do sofrimento para entender, ou até mesmo, não entender, mas permitir o agir de Deus para algo que não conseguimos permitir a ação do Pai na situação. Nós nunca entenderemos porque devemos sofrer e passar por tantas coisas, por que o sofrimento do meu próximo é diferente do meu. E nós de fato não precisamos entender. Nós precisamos aceitar no nosso coração que Deus conhece nossas capacidades, e um Deus que enviou seu filho para morrer por nós não é um Deus ruim que quer nos ver sofrer, pelo contrário, Ele sabe que necessitamos desse sofrimento para suportar certas coisas, mas, além disso, Ele se coloca ao nosso lado para suportarmos juntos tudo isso. Eu não sei pelo o que você tem sofrido, mas eu sei de um Deus que não nos deixa desamparados, Ele pode permanecer em silêncio, mas até mesmo no silêncio Ele está nos dando todo o suporte necessário do qual precisaremos para enfrentar as adversidades. Não fique mal quando alguém vir te consolar por algo que esteja sofrendo, lembre que Deus manda pessoas para nos ajudar, e esta pessoa já passou ou passará por outros sofrimentos também, diferentes dos seus, talvez, mas ela também entende o que é dor. Não se torne vítima da situação, seja provedora de compreensão e cura para outros e para você mesmo.

“No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo. Eu venci o mundo”.

João, 16:33

Por Manuela Reis Moura

Você deve saber o quão importante és 🌟

Infelizmente muitas vezes tendemos a sempre nos colocar para baixo, duvidar de nossas capacidades e por ai em diante. O problema disto tudo é que, além de não entendermos que absolutamente nada é sobre nós, ao mesmo tempo somos importantes demais para o Reino. Vamos de contextualização então! Creio que Cristo tem um propósito na vida de cada um, independe da sua crença ou religião. Ele não criou apenas seres humanos para viverem em um mundo onde o próprio criador dele sabe que é um lugar um tanto ruim, cheio de maldades que sua própria criação produz. Mas a simples resposta pra tudo isso é que, sim, Deus criou o mundo com sua perfeição, mas o homem se corrompeu, dessa forma, Deus teve que mandar um sacrifício para que pudéssemos ser livres desse pecado. Assim então viemos ao mundo. Até ai tudo bem Manu, mas afinal, o que eu tenho a ver com tudo isso? Você tem tudo e muito mais a ver com isso! Quando Deus te escolheu para vir ao mundo Ele já havia idealizado toda a sua jornada por Ele. Se você esta seguindo ela eu não sei, mas tenho certeza de que Deus idealizou algo para ti. Mas com as barreiras e ilusões da vida, vamos desviando gradativamente da rota, às vezes a encontramos de novo, outras não. Mas hoje quero te afirmar que sua rota sempre esteve e sempre estará no mesmo lugar, os planos e propósitos que Deus tem para a sua vida sempre estarão com Ele. Entretanto, nosso Pai de amor nos permite escolher entre a vontade Dele e a nossa. Por isso, quero te dizer que você é muito mais importante para o Reino do que imagina. Mas não porque Deus precisa de você para ser usado em seus projetos, mas porque você teve a honra de ser escolhido por Ele para fazer parte dos seus planos. Nada é sobre nós ou nossa capacidade de realizar algo. É tudo sobre Ele e sobre os planos Dele para a minha e a tua vida. Não olhe para o seu eu e fique dizendo “quem eu sou, um mero pecador, não mereço nada.”, lembre-se que nada esta relacionado a você e sim à Cristo. Ele escolhe quem Ele quer para fazer a sua obra, e se ele te escolheu, é porque Ele fará com que tudo coopere para o seu bem. Você é importante neste mundo porque você é importante para mudar a vida de outras pessoas importantes.

Por Manuela Reis Moura.

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora